Notícias

14/07/2020

Ouvidoria-geral do Estado de MG reúne gestores públicos municipais e estaduais em seminário on-line do Estado

O encontro realizado pela OGE-MG, em parceria com a Prodemge, pela plataforma Youtube, foi uma troca de experiências entre as Ouvidorias Públicas com objetivo de aperfeiçoar o relacionamento com o cidadão. (Acesse aqui o seminário completo)

A Ouvidoria- Geral do Estado de Minas Gerais (OGE-MG), realizou nesta terça-feira (14), em parceria com a Companhia de Processamento de Dados de Minas Gerais (PRODEMGE), o seminário virtual ” O papel da Ouvidoria-Geral do Estado na gestão dos serviços públicos e a funcionalidade do MGOUV”, direcionado às ouvidorias públicas. Participaram do evento remoto, autoridades e diversos gestores públicos municipais e estaduais. Simone Deoud, ouvidora-geral do Estado e Roberto Tostes Reis, diretor-presidente da Prodemge, abriram o seminário e deram boas-vindas aos participantes.

A Ouvidora-Geral destacou a importância do evento para aperfeiçoar cada vez mais o relacionamento entre as Ouvidorias Públicas e cidadão mineiro, pagador de impostos. “ A OGE-MG é uma ferramenta de gestão e de controle social. Trabalhamos em consonância com as leis de proteção ao usuário do serviço público. Nosso objetivo é dar voz e vez aos cidadãos para que eles participem cada vez mais da gestão pública, trazendo suas reclamações para aperfeiçoarmos as políticas públicas e os serviços prestados”, finalizou Simone Deoud.  

O diretor-presidente da Prodemge, Roberto Tostes Reis, ressaltou a importância da parceria com a OGE-MG “ A parceria entre os dois órgãos na criação e implantação do MG-OUV é muito importante, pois ambos trabalham alinhados com o Estado, a fim de garantir transparência no serviço público, em respeito ao cidadão”, explicou Roberto Tostes Reis.  

A primeira palestra do encontro “O papel da Ouvidoria: Atuação e Resultado e o Estado como prestador de Serviços”, foi ministrada por Edson Vismona, presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Ouvidores/Ombudsman (ABO). Para ele, o Estado deve ser o garantidor dos direitos individuais e coletivos do cidadão. “ O Estado deve proteger o cidadão e deixá-lo participar da gestão pública, pois este é um direito elencado no artigo 5º da Constituição. Em 2017, tivemos outra evolução que é a Lei 13.640, que estabelece normas básicas para participação, proteção e defesa dos direitos do usuário dos serviços públicos, prestados direta ou indiretamente pela administração pública e a Ouvidoria do Estado de Minas Gerais tem feito um trabalho exemplar neste sentido”, pontuou Edson Vismona.

O segundo tema “ Ouvidoria 4.0 - Estruturação Estratégica da OGE-MG no Governo Romeu Zema” foi apresentado pela ouvidora-geral adjunta, Kathleen Garcia. Ela falou sobre a implantação do sistema na OGE-MG que trouxe mais agilidade às demandas das manifestações que chegam ao órgão.

“ A evolução na captação e consolidação das informações permite que a OGE faça as análises dos pontos críticos relatados pelo cidadão, em perspectiva coletiva, dinâmica e aprofundada, e possibilita a formação de opinião e sensibilização dos gestores, quanto à atuação tempestiva para corrigir os problemas apontados pelo usuário”, explicou ouvidora-geral adjunta.

Durante o seminário, outros assuntos foram abordados, como: “Aspectos Técnicos e Legais Importantes para Ouvidorias, ministrado por Juliana Maron, coordenadora do Núcleo de Inteligência da OGE.  Já o ouvidor educacional, Breno Bastos, falou sobre o Programa Power BI, inovação tecnológica implementada pelo órgão, no ano passado. A nova ferramenta permite que a instituição faça o mapeamento das manifestações por área, região, município e até por tipologia do assunto.

Breno Rocha, diretor de tecnologia da OGE, com a palestra “Importância de um Sistema Adequado, MG-OUV- Ferramenta de Trabalho para Ouvidorias”, explicou sobre a plataforma MG-OUV que já possibilitou mudanças significativas no atendimento ao cidadão, uma vez que a mesma permite integração com outros sistemas, tornando os serviços da OGE-MG 100%.

No encerramento do seminário, Michael Costa, técnico da Prodemge, apresentou o Sistema MG-OUV e as tecnologias presentes, agregadas à plataforma que facilitam o trabalho da Ouvidoria, desde a entrada da manifestação pelo sistema até a resposta ao usuário.  

O MG-OUV

Uma plataforma moderna, interativa e ágil, criada pela Prodemge e implantada pela Ouvidoria-Geral do Estado, em 2019, para registro, tramitação e acompanhamento das manifestações.

Sobre a OGE-MG

Ela é o principal instrumento de controle social das atividades do Poder Executivo de Minas Gerais. É um órgão autônomo, responsável por fiscalizar os serviços públicos estaduais, prestados aos mineiros, a fim de aperfeiçoa-los. A OGE/MG é o canal de interlocução entre a sociedade e o Governo. Sua estrutura é formada por nove ouvidorias temáticas: Saúde, Educacional, Polícia, Fazenda, Licitações e Patrimônio Público, Sistema Penitenciário e Socioeducativo, Ambiental e Agropecuária, Prevenção e Combate à Corrupção, Assédio Moral e Sexual e Desenvolvimento Econômico, Infraestrutura e Desenvolvimento Social.

Participaram do evento, além de ouvidores e outros gestores públicos das Prefeituras Municipais e Governo de Minas Gerais, representantes de outros Estados como São Paulo, Goiás, Paraíba, Senado e Câmara Federal, em Brasília.