Notícias

18/02/2020

Seminário da SEJUSP reúne ouvidora-geral do Estado, secretários e o ministro Sérgio Moro

As autoridades presentes no IGESP discutiram metodologias de integração da Gestão da Segurança Pública em Minas.   

Crédito: Gil Leonardi/ Imprensa governador

 

Nesta terça-feira (18/2), a ouvidora-geral do Estado, Simone Deoud, ao lado do Governador Romeu Zema e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, participou do Seminário IGESP “A nova metodologia de Integração da Gestão em Segurança Pública”, um marco no processo de integração das forças de segurança pública.  A meta é a contínua redução dos índices de criminalidade, aumentando, assim, a sensação de segurança da população mineira. O evento foi  realizado no Auditório JK, na Cidade Administrativa.

A iniciativa da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança de Minas Gerais (SEJUSP), reuniu todo secretariado de governo, autoridades e representantes das forças de segurança pública de Minas e do Brasil.

O objetivo do encontro foi discutir a retomada da metodologia IGESP como um marco no processo de integração das forças de segurança pública. Além disso, durante o seminário foram definidas estratégias que proporcionam a melhoria da sensação de segurança da população do estado, com a consequente diminuição dos índices de criminalidade e de violência. A primeira palestra com o tema: Fatores Determinantes para a Atuação Integrada em Segurança Pública foi ministrada por Sérgio Moro.

Crédito: Gil Leonardi/ Imprensa governador

 

O governador ressaltou os resultados positivos do balanço de 2019, divulgado pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas, mostrando a queda em todos os 13 crimes monitorados pelo Observatório de Segurança Pública, em relação a 2018. Entre os destaques está a diminuição de 29,43% nos roubos consumados registrados em Minas e de 12,5% no número de vítimas de homicídio. Já o ministro Sérgio Moro, parabenizou as ações desenvolvidas e disse que o mérito é de todos que trabalham na área de segurança pública, sejam as forças de segurança federais, estaduais ou municipais.

Durante a programação, outros assuntos foram mediados, como a Nova Metodologia do IGESP; Sistemas da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública; Áreas de Atuação da Subsecretaria de Inteligência e Atuação Integrada; Experiência dos Estados e os Novos Rumos da Integração em Segurança Pública.