Notícias

20/09/2019

Moradores destacam importância da presença do Estado, por meio da Ouvidoria Móvel.

O projeto é uma iniciativa da Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais (OGE-MG), para aperfeiçoar a qualidade dos serviços ofertados ao cidadão. 

      

Posto UAI São João Del Rei Agência MinasA 7ª edição da Ouvidoria Móvel, realizada em São João del-Rei e Tiradentes, no Campo das Vertentes, nesta semana, teve uma participação expressiva da população. Eles registraram suas manifestações, tiraram dúvidas sobre os serviços ofertados pelo executivo estadual.         Quem ainda não conhecia a iniciativa, ficou surpreso ao saber que por meio da OGE, é feita a interlocução entre Estado e cidadão.

 O servidor público, Adailton Silva, avaliou como positiva a ação da OGE. “É muito interessante a aproximação do Estado. Acredito que ela é planejada com intuito de trazer informações e poder ouvir tanto o cidadão, quanto os agentes públicos, com objetivo de buscar soluções para as demandas apresentadas”, destacou Adailton.

 Para a estudante de Administração, Mariana Gomes, este projeto da Ouvidoria é fundamental para melhorar a vida das pessoas. “Eu não tinha conhecimento desta ação, em que o Estado se desloca para ouvir as dificuldades enfrentadas pelas pessoas. Agora, já sei onde recorrer, quando tiver algum problema, em relação aos serviços públicos”, explicou a estudante. 

Em Tiradentes, o cozinheiro Alisson Fernandes Ferreira, comentou sobre a importância da presença do Estado nas cidades.  “Os problemas que acontecem aqui no interior são muitos e é muito bom a equipe do governo de Minas Gerais vir até aqui e conhecer de perto a nossa realidade. Portanto, o serviço da Ouvidoria Móvel de nos acolher, é fundamental para ajudar a resolver as nossas dificuldades”, finalizou Alisson.

Além de ouvirem as queixas da população, durante dois dias, a ouvidora de Fazenda, Patrimônio e Licitações Públicas, da Ouvidoria-Geral, Maria Elisa Braz Barbosa e sua equipe, visitou as unidades de atendimento do IPSEMG, UAI, SEPLAG, DPMG e APAC.  Ela fez um balanço das atividades realizadas nos dois municípios.

“A ida da equipe da Ouvidoria-Geral do Estado a São João Del Rei e Tiradentes foi muito gratificante. Houve uma participação satisfatória dos moradores das duas cidades. Estamos convencidos de que conseguimos alcançar o nosso objetivo central, que é o de divulgar a OGE e de mostrar ao cidadão, contribuinte e servidor público, que existe um órgão de controle ao qual eles podem recorrer para registrarem suas manifestações, ou seja, para reclamar, denunciar, sugerir ou mesmo criticar. A Ouvidoria-Geral, por intermédio da Ouvidoria Móvel, quer ouvir a população, em sua cidade, para possibilitar o aperfeiçoamento da prestação dos serviços públicos", disse a ouvidora de Fazenda, Patrimônio e Licitações Públicas.